Buscar
  • fernandomeligeni

Por mais Nunes na nossa formação.

Tento não ser saudosista e fazer comparações que não nos levem para frente, mas a cada conversa, cada atitude da nova geração eu fico com mais saudade.


Saudade da educação dos pais, saudade da resiliência que era colocada nos jovens sem eles perceberem, saudade dos nossos mentores que estavam muito mais presentes.


Tenho conversado

muito com meu primeiro professor de tênis. Trocamos lembranças de quando eu tinha 8, 9, 10 anos. Quando me perguntam por que eu sou tão apaixonado por tênis, por que eu tenho essa necessidade de trocar informação ou simplesmente o motivo de lutar pelo que eu acho certo, vocês precisam conviver um dia com o José Flávio Nunes para entender.


Meu pai sempre me disse. Ao escolher uma profissão você precisa saber que faz um contrato com ela. Nada na vida só tem coisa boa. Você precisa antes de decidir se será sua profissão se você está pronto para as alegrias e tristezas que ela te traz.


O meu querido Nunes tinha isso claro. Ser o professor de tênis de uma criança traz uma responsabilidade enorme. Ao entrar na quadra ele me lembrou sobre três valores fundamentais. Hierarquia, Justiça e Respeito.


Ele me disse assim. Fernando tudo na vida começa pelo respeito. Respeito seus amigos, seus adversários, seus técnicos, seus pais e seu esporte. Se temos respeito crescemos fortes. Quem tem respeito vence por anos, quem não tem aparece e desaparece na mesma velocidade.


Depois do respeito vem a justiça. A quadra de tênis é uma extensão da vida. Bola 99% fora e 1% dentro é dentro sempre. Não importa se teu adversário percebeu ou não. Seja justo.


Por último. Respeite as pessoas e entenda a hierarquia da vida. Na quadra seu professor é a pessoa que manda, em casa tenha respeito pelos seus pais.

Tudo isso é lindo e simples, mas nenhuma criança vai aprender sem a presença incansável é apaixonada de um bom professor. Afinal, no contrato já diz. Professor é um educador.

139 visualizações