Buscar
  • fernandomeligeni

Lição de casa. Brasil venceu na Davis



Lição de casa


Missão dada é missão cumprida


Não tem nada mais certo e perfeito que vencer quando se tem a obrigação de fazê-lo. A partir daí pode vir a análise de desempenho e outras, mas muitas vezes esquecemos o verdadeiro objetivo do confronto. Vencer.

O confronto era mais que tranquilo. Barbados tem um bom jogador que não mete medo e é um time de jogadores sem quase nenhuma expressão para uma Davis no Brasil. Mesmo assim lutaram e deixaram tudo na quadra.


Do lado brasileiro uma estreia difícil para o

João que sentiu na pele a diferença de jogar tênis, jogar torneios no circuito e jogar uma

Davis. Já estive nesse papel e achei mais que normal seu nervosismo, sua ansiedade e sua derrota. Tem muito que evoluir e vai evoluir.


O resto do time fez o que se precisou. Não vou contemporizar, mas jogar Davis contra um time mais fraco e com a responsabilidade de ganhar e passar por cima é meio estranho. Monteiro fez seu papel, a dupla jogou o suficiente e o Brasil venceu.


Temos um bom time de tênis. Temos um excelente técnico e temos tudo para lutar por uma vaga nesse novo formato de Davis que eu ainda não gosto, respeito ou entendo.


Parabéns meninos. Parabéns Jaime. Parabéns ao time todo.


Por último aos que pensam que este foi um

post mamão com açúcar eu digo. Não cometamos o mesmo erro que cometemos assistindo a seleção de futebol. O passado não joga, a camiseta ajuda, a história é para se contar. A humildade de entender quem somos e nosso tamanho nós levará muito mais longe.

1,212 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Djokovic volta a atacar

No dia em que completa 35 títulos de Master 1000 e continua invicto no ano, Novak Djokovic coloca fogo no circuito liderando a divisão tenistica e querendo uma nova entidade. Posso escrever aqui como

O curso está pronto. Play?

Foram quase dois anos engajado em fazer o curso acontecer. Muitas idas e vindas, estudo, reuniões, colaboradores, alegrias, discussões, horas em quadra, sol na cabeça, conversa com técnicos de tênis,