Buscar
  • fernandomeligeni

A ATP mais uma vez se curva ao Kyrgios e o trata da pior maneira


.

A decisão da ATP de colocar ele em observação exatamente no final do ano onde o jogador pode acabar a temporada antes do final já seria um erro. Não ter a coragem de fazer uma decisão de “aceitar” ou punir de verdade é outro erro.


Quando temos um jogador com atitude “diferente” e muitas vezes errada como o australiano, existem duas atitudes que são fundamentais. A primeira e mais importante é estar 100% baseado na regra e usá-la a favor do esporte. Segunda atitude é decidir sem medo de errar ou prejudicar. Mas decidir.


Na minha visão a decisão de monitorar e liberar se ele se comportar sem dar uma punição “se” ele não fizer algo errado, é dar castigo tirando o videogame a uma criança que precisa limites e nem se preocupar em resolver o problema.


Kyrgios precisa entender as regras e suas consequências. A atp precisa entender que ele não é insubstituível, mas que muitas das suas atitudes serão feitas e já foram feitas por outros tenistas. A atitude da Serena no US Open ano passado foi ruim, Medvedev teve péssima atitude este ano e se não tiver uma nova percepção da entidade os jovens tenistas vão mandar como as crianças estão mandando em casa.


O esporte não tem espaço para dirigentes sem pulso ou medo de decidir.


A decisão mais uma vez foi burocrática e não condiz com o tamanho do nosso esporte.

278 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Djokovic volta a atacar

No dia em que completa 35 títulos de Master 1000 e continua invicto no ano, Novak Djokovic coloca fogo no circuito liderando a divisão tenistica e querendo uma nova entidade. Posso escrever aqui como

O curso está pronto. Play?

Foram quase dois anos engajado em fazer o curso acontecer. Muitas idas e vindas, estudo, reuniões, colaboradores, alegrias, discussões, horas em quadra, sol na cabeça, conversa com técnicos de tênis,